Área do cliente
14
abr

Como administrar uma oficina mecânica financeiramente

Você já se perguntou como administrar uma oficina mecânica financeiramente? Se acompanha nossos artigos, sabe que já falamos aqui o que você precisa para abrir uma oficina e fazer com que ela mantenha as portas abertas.

Mas agora temos que falar da questão financeira e qual a melhor forma para você ter sucesso nesse setor. Muitas são as empresas que abrem, mas duram pouco tempo no mercado e acabam por fechar as portas antes mesmo de um ano.

Essa é uma realidade muito comum e temos certeza que não é uma realidade que você espera para o seu negócio, certo? Por isso, continue acompanhando a leitura e entenda de uma vez por todas como administrar uma oficina mecânica financeiramente de forma eficiente.

Importância da administração financeira

Se você possui uma experiência de trabalho gerindo equipes ou alguma empresa, sabe a importância que a administração financeira possui.

Administrar financeiramente a oficina mecânica é uma tarefa que nunca irá acabar, já que é necessária para que todos os demais setores consigam funcionar de maneira saudável e produtiva.

Mesmo que pareça óbvio, o objetivo da administração financeira está em controlar o fluxo de caixa. Além disso, aumentar os lucros e vendas, reduzir os custos variáveis e permitir que a empresa prospere.

O que é controle financeiro

O controle financeiro nada mais é do que a organização de todas as informações financeiras da empresa, sejam elas bancárias, de venda e de estoque, por exemplo.

Esse controle é fundamental para que a gestão consiga manter a empresa com mais lucros do que prejuízos. E, assim, possa organizar o faturamento do mês, avaliando e analisando a forma de pagamento que oferecerá para os clientes.

É por meio dos números financeiros que se avalia também o tamanho da equipe e que há o planejamento semanal, mensal ou anual do negócio.

1- Conheça as despesas e entradas

Para conseguir administrar uma oficina mecânica financeiramente, você deve ter conhecimento concreto e completo das despesas e entradas que sua empresa realiza diariamente.

Nesse sentido, os relatórios auxiliarão a entender quais custos estão altos demais e precisam ser reduzidos, quais precisam de corte, além é claro, de onde poderá investir mais e quais as aberturas realizadas sem que se perca o lucro ao final do mês.

Tente manter todas as informações em um sistema de gestão para que a equipe administrativa ou você mesmo, consiga realizar a conciliação bancária, conciliação do cartão e afins.

2- Tenha um sistema de gestão

Como comentamos anteriormente, um sistema de gestão auxilia o controle financeiro, ainda mais quando dentro desse sistema você organiza todas as informações referentes aos valores da empresa.

Alguns sistemas contam com todo o apoio com processos diários de conciliações bancárias e de notas fiscais, correções automáticas, integrações com sistemas financeiros externos e mais.

Dessa forma, o sistema de gestão se torna importante porque otimiza os processos de conferência financeira realizados diariamente.

Faça reconciliação financeira com agilidade

Se sua empresa não aceita cartões de crédito ou débito como pagamento, ela passa a ser uma opção cada vez menos viável para os clientes. Mas como aceitar essa forma de pagamento se é preciso lidar com as taxas das operadoras que mudam a todo momento?

Entendemos que esse é um problema latente para muitos gestores. Por isso, existem ferramentas que melhoram essa rotina de conferências de taxas, como o Robô Joe.

Ele é um grande aliado das empresas para aumentar a produtividade e tornar a rotina financeiro muito mais facilitada e ágil. Bem como, a conciliação bancária com as operadoras, já que o sistema verifica as datas, taxas, valores e pagamentos realizados com cartões, cria um relatório automático e envia para as operadoras.

Quer entender mais sobre o Robô Joe e como ele vai ser um divisor de águas na sua empresa? Então não perca mais tempo e dinheiro, clique aqui!

youComo administrar uma oficina mecânica

3- Não misture!

Uma dica importante é não misturar os valores pessoais com os profissionais. Cada transação financeira deve ter um ponto de partida. Quando os custos são misturados, a empresa pode acabar sem capital para arcar com seus próprios gastos.

Uma forma de conseguir tirar um valor para manter suas próprias contas sem que isso influencie no dinheiro da empresa, é planejar financeiramente seu negócio e contar com uma saída mensal para ser o seu salário.

Assim, você evita misturar as despesas e consegue manter a empresa de portas abertas.

4- Tenha tudo anotado

Anotar não quer dizer ter milhares de papéis escritos e inúmeros arquivos mortos guardados em uma sala que não cabe mais nada. Mas sim, contar com um sistema em que todos os processos estejam documentados, os valores integrados e o controle dentro do permitido.

O erro de anotar em papéis é que na maioria dos casos eles podem se perder ou serem a causa de horas de procura por algo simples. O tempo seria otimizado caso todas as informações importantes estivessem arquivadas em um espaço prático e ágil.

5- Não gaste com coisas desnecessárias

Aqui, podemos levar em consideração objetos que não mudam a realidade da equipe, que não geram mais produtividade e nem que auxiliam de alguma forma o cumprimento de cada tarefa.

Além disso, é legal lembrarmos que crescer é fundamental e um desejo de todos os empresários. No entanto, crescer requer muito mais do que apenas o aumento da equipe.

Por isso, cuidar com os gastos adicionais e que podem ser cortados ou reduzidos é importante para que você consiga investir no que de fato gere resultados nas vendas, atendimento ou rotina de trabalho da sua equipe.

6- Precificação correta

Administrar financeiramente uma oficina mecânica também diz respeito aos valores que você busca para realizar os serviços e também a quantidade de serviços que presta.

Ou seja, não adianta você ter o melhor resultado, com peças e produtos de qualidade se seus preços estão altos ou baixos demais. Não alcance ambos os extremos, porque afetam o crescimento da empresa.

Também é importante avaliar a concorrência, quais serviços você presta e eles não e vice-versa. Assim, consegue precificar de acordo com a demanda do mercado.

Como administrar uma oficina mecânica

Administrar financeiramente é um desafio

Porém, é um desafio que você conseguirá alcançar e cumprir. Não se preocupe, conte com o apoio de quem precisar e de um sistema de gestão para otimizar e tornar a rotina mais leve e fácil.

Após essas dicas você está pronto para embarcar nessa jornada e nós oferecemos a possibilidade de auxiliar você nessa administração.

Lembre-se que ter o controle financeiro do negócio, não misturar as despesas, ter todas as transações documentadas e conhecer as despesas é o melhor caminho para administrar sua oficina mecânica.

Se gostou desse conteúdo e sanou as suas dúvidas, compartilhe com outras pessoas!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá.
Lembre-se que o comentário é de inteira resposabilidade do autor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CONTATO

  • Cascavel - Paraná
    Rua Minas Gerais, 1097 - Centro
  • (45) 3301-5050
  • comercial@tecinco.com.br

TRABALHE CONOSCO

  • ASSOCIADOS

  • CONHEÇA OUTROS PRODUTOS

  • PROJETOS SOCIAIS

REDES SOCIAIS

Agência de Publicidade e Criação de Sites Ícone Cascavel